01/03/2016
4
Estratégias para Redes Sociais

A importância de ter conteúdos exclusivos para cada rede social

Haz clic aquí para leer en Español. | To read in English, click here.

O que mais temos hoje em dia são redes sociais e cada dia aparece uma nova. O que parecia ter vindo para simplicar a vida de quem tem uma empresa, blog ou negócio na internet, acabou dando ainda mais trabalho para se comunicar com o público em tantos lugares.

E aí vem a pergunta que muitos se fazem: é uma boa estratégia para a minha marca publicar o mesmo conteúdo em todas as redes sociais?

Eu não sou a dona da verdade mas sou publicitária e trabalho com mídias e conteúdo digital há um pouco mais de 10 anos, então vou contar porque geralmente quem trabalha com mídia digital não recomenda fazer isso.

rede social

Cada rede social tem um perfil

O Youtube é especialista em vídeos e por mais informais que sejam alguns de seus conteúdos ele não combina com o mesmo tipo de vídeo feito no Snapchat que revela o que acontece em tempo real, sem edição.

No Facebook, imagens com textos acabam sendo prejudicadas pelas métricas usadas pela própria rede social. O texto não pode ultrapassar 20% da imagem. Fora isso, apenas uma pequena porcentagem dos que te seguem consegue visualizar o que você posta devido ao algoritmo usado pelo Facebook mas é uma rede mais popular, onde se encontra de tudo um pouco. Costumamos dizer que o Facebook é o Orkut com outro look.

Já o Instagram é puramente visual. O que realmente funciona nele são imagens lindas – bem feitas, com boa luz, cores nítidas, ângulos diferenciados e criativos – e textos curtos.

Em outro post posso detalhar melhor que tipo de conteúdo combina mais com cada rede social mas acho que já deu para entender que nem todo conteúdo é favorecido em todas as redes.

Os usuários de cada rede são diferentes

E esperam coisas diferentes em cada uma das redes. É como a televisão: ela fez sucesso quando entendeu que um único tipo de programa não era suficiente. Se cada emissora tivesse apenas o jornalismo na grade, com certeza seu ibope não seria dos melhores mas ao disponibilizar outros programas como culinária, novelas, humor, esportes, infantis e etc; ela tem a chance de atingir mais pessoas e mostrar o quanto a sua marca pode ser versátil.

Os seguidores te amam mas também se cansam

Com o tempo seus seguidores criam uma afinidade com a marca ou com seu blog/perfil e passam a te seguir em todas as redes sociais mas além de você ele segue outros perfis. Se ele é mais de Facebook e percebeu que seu Instagram é uma réplica do Face, por praticidade ele pode te seguir apenas lá e deixar seu instagram. É chato ver a mesma coisa em mais de um lugar.

Concordo que ao replicar o mesmo conteúdo em vários lugares aumenta a chance de que mais pessoas te vejam (além de ser bem mais prático) mas também não é uma verdade absoluta. A estratégia acaba dando mais resultados quando cada rede social oferece um conteúdo diferente porque desperta no público a curiosidade e a necessidade de acompanhar a marca em todas as redes para não perder nenhuma informação.

Mas e se o meu seguidor não tem uma das redes sociais que eu uso? Não seria uma desvantagem não replicar o conteúdo?

Se o seu seguidor só está no Facebook e não te segue no Twitter, há uma grande chance de ele quase não usar o Twitter. É mais inteligente continuar atingindo esse seguidor aonde ele já te segue do que prejudicar todo o público que já te segue no Twitter. Pode apostar que se o sucesso da sua marca em outras redes sociais aumentar, ele vai se interessar em te seguir por lá também mas foque de forma particular em cada rede social que como já foi comentado, são únicas e funcionam melhor com conteúdos diferenciados.

“Nossa, nunca pensei que rede social fosse algo tão trabalhoso!” Pois é, muita gente não faz ideia e é por isso que demora a crescer em cada perfil. É também por isso que as empresas contratam um Community Manager porque para o usuário, rede social é entretenimento mas para marcas é uma ferramenta de negócio, é uma mídia e saber se posicionar nelas é muito mais do que ganhar um like.

Gostaram? Se tiverem alguma sugestão de post envolvendo esse assunto, deixem nos comentários e se não me segue em alguma rede social ainda, é só me procurar em qualquer uma como @pigmentof.

16/02/2016
4
Estratégias para Redes Sociais, Reflexões

Existe vida virtual após o Facebook? R.I.P Internet

Haz clic aquí para leer en Español. | To read in English, click here.

Sabe quando você encontra um texto na internet que retrata exatamente o que você sempre pensou, que a única alternativa é trazer esse texto para o seu blog para que assim mais gente tenha a chance de refletir sobre o assunto? Este post é exatamente isso.

O texto abaixo foi publicado em outubro de 2015 no The Globe and Mail e traduzido pelo site Medium. Ele fala sobre o quanto as redes sociais idiotilizaram as pessoas e sobre como especificamente o Facebook conseguiu colocar todo mundo dentro de uma bolha, onde se acredita que o mundo virtual se resume a ele; além de matar todo o império de hyperlinks que o Google criou e colocar em risco a credibilidade da web e do jornalismo sério. Confiram o texto e no final deixo a minha opinião.

fim da internet

“No último mês de Novembro, saí de uma prisão Iraniana após seis anos. A notícia que mais me chocou após isso não foi a conquista do Presidente Barack Obama em reconhecer o direito do Irã a tecnologia nuclear pacífica, nem a morte do líder do partido NDP, tampouco o abrupto desaparecimento da embaixada Canadense em Teerã. Foi a morte da Web como eu a conheci.

Em meados de 2000, imigrei para o Canadá, e de um pequeno apartamento alugado em Toronto democratizei a escrita em minha terra-natal introduzindo, facilitando e promovendo os blogs.

Após o trágico ataque terrorista de 11 de Setembro de 2001, me peguei lendo diários online para entender o significado daquilo para americanos. Eu era um jornalista tecnológico no Irã e os blogs me ajudaram a me reconectar com os leitores de minha coluna diária em um jornal reformista Iraniano. Comecei meu próprio blog e ajudei muitos leitores do Irã a começarem o mesmo.

Um ano após esses acontecimentos, blogar ficou tão na moda no Irã quanto hoje em dia são os hipsters e suas barbas. Me nomearam blogfather (um pai dos blogs). Até mesmo a mídia estatal nutriu isso.

Voltando para Tehran em Dezembro de 2008, fui escoltado em um carro. Isso foi um mês após minha prisão, resumidamente, por minhas atividades na Internet. No rádio do carro eu ouvi sobre um concurso de blogs chamado “The Scent of Apple” para comemorar o Imã Hussein, o neto do Profeta Mohammed e a figura central do Islã Shia. Eu sorri, orgulhoso por aquele momento de blogfather.

Seis anos depois, em Novembro de 2014, fui perdoado pelo Aiatolá Khamenei e liberto da prisão de Evin. Desde então, vim a perceber que aquilo a que dediquei muitos anos de minha juventude se foi: muitos Blogueiros se moveram para redes sociais, transformando a blogosfera Iraniana em um cemitério.

O pior é que Mark Zuckerberg provou não ser um fã de links ou hyperlinks. Com o Facebook, ele não encoraja que você crie links. No Instagram, ele simplesmente os proibiu. Ele está espremendo o hyperlink, portanto, matando a rede de textos externos interconectada e descentralizada conhecida por World Wide Web.

O Facebook gosta que você permaneça nele. Os vídeos já são embutidos no Facebook, em breve, artigos externos também serão embutidos com o projeto de “Instant Articles” (Artigos Instantâneos). A visão do Sr. Zuckerberg é a de um espaço insular que consuma toda sua atenção — para que ele a venda para os anunciantes.

Agora, com aproximadamente 1.5 bilhões de usuários ativos mensalmente e um crescimento particular em lugares menos desenvolvidos, o Facebook é a Internet para muitos — 58% dos Indianos e 55% dos Brasileiros acreditam que o Facebook É a Internet, de acordo com uma pesquisa publicada pelo Quartz.

Para mim, um Rip Van Winkle de 2015, esse espaço linear, centralizado, passivo e de pro entretenimento, não é a Internet/Web que eu conheci. É algo muito mais próximo à Televisão. As consequências disso são graves.

Mais e mais leitores de mídias digitais estão migrando para o Facebook e cada vez menos pessoas visitam as páginas da Internet diretamente. Dessa forma a mídia digital e autores independentes perderam a renda proveniente de propagandas, e ainda assim, são coagidas a pagar para “Impulsionar” seus artigos no Facebook para que possam alcançar a sua real audiência.

A mídia digital foi forçada a gerar histórias tolas e “virais” para sobreviver, causando um golpe severo no jornalismo sério.

E talvez mais importante, como resultado dessa competição de popularidade, visões minoritárias cada vez engajam menos pessoas. Isso é particularmente alarmante em um mundo enfrentando a séria ameaça de grupos religiosos e nacionalistas radicais. O algoritmo secreto do Facebook tende a nos abastecer com mais do que já gostamos, reforçando nossos pontos de vista, enquanto reduz nossa exposição a ideias desafiadoras e divergentes.

A recente reestruturação corporativa do Google, para se focar em seus serviços de Internet é uma boa notícia para qualquer um que espere que a Internet seja qualquer coisa diferente da televisão. O Google construiu um império intelectual, mesmo que comercial, baseado no poder do hipertexto. Mesmo com sua busca pelo monopólio e desrespeito pela privacidade, ele ainda respeita os hyperlinks, uma lei básica da Internet. E ele tem a capacidade de por fim a essa perigosa tirania do “popular”.

Ainda não ouvi de Tim Berners-Lee, que inventou o World Wide Web (A Internet) para saber quão desapontado ele deve estar mas visitei o site do concurso “Scent of Apple” e descobri que agora eles apenas aceitam publicações do Instagram ou do Facebook — não mais blogs. É muita tristeza para este blogfather em Tehran.

Por mais que eu esteja feliz com o fim da guerra econômica injusta contra o Irã, após seus acordos nucleares com os poderes mundiais, me parte o coração a negação da Internet/Web, um dos produtos mais promissores da inteligência humana para nossos tempos conturbados.”

Minha opinião

Redes-Sociais

Já contei na coluna Sucesso Digital, o que você como blogueiro ou empreendedor precisa fazer para sobreviver no Facebook e uma das coisas que dificulta tudo isso é o algorítimo que ele usa, que além de não permitir que todos os que te seguem vejam as suas publicações, ainda faz com que cada usuário da rede consuma sempre o mesmo tipo de conteúdo, ou seja, ele dificilmente permite sair do comodismo. O Facebook literalmente decidiu o que mais de 1 bilhão de pessoas vai ler diariamente e isso eu aprendi não apenas com o blog mas por ser publicitária e trabalhar com conteúdo digital há mais de 10 anos.

Pare e pense: quando foi a última vez que você chegou a um conteúdo relevante sem passar pelo Facebook? Eu mesma tive que usar o Facebook para que a maioria chegasse a esse texto e todos os meus colegas de trabalho também vão continuar fazendo isso porque infelizmente, ruim com ele, pior sem ele.

E para quem trabalha com conteúdo na internet, é bem frustrante. Quantas vezes já desisti dos meus ‘textões’ sobre os mais diversos assuntos, os quais levo horas produzindo e pesquisando e que carregam fontes, um estilo de redação contundente seguido de apoio visual, por ter certeza que eu e apenas mais uma meia dúzia de gente vai ler. Aliás, muita gente desistiu no terceiro parágrafo desse post.

Hoje em dia, só sobrevive na internet quem tem um conteúdo de frases curtas, engraçado ou suficientemente sensacionalista para ser compartilhado por muita gente. Hoje em dia é comum que muitos dos que começaram em um blog façam apenas vídeos curtos ou de humor no Youtube e se não quiser se desgastar e ainda ter um público fiel, faz tudo isso no Facebook mesmo, onde cada like coloca na timeline do usuário mais do mesmo, evita que esse criador de conteúdo perca tempo criando algo elaborado e que o leitor perca tempo com outro tipo de coisa que ele pode até gostar, mas que ele só vai ter acesso se fizer uma busca fora do Facebook, já que em sua timeline só aparecem coisas que ele já demonstrou que gosta.

E assim todo mundo vive na mesma bolha, sem gerar discussões sadias, apenas polêmicas vazias e mal educadas, além de nos fazer pensar que o mundo se resume aquela pequena parcela de gente que segue as mesmas coisas que a gente por lá.

E não, não se trata de um boicote ao Facebook ou que vou deixar de estar nele. Também não se trata de desmerecer quem fez um trabalho brilhante e conquistou muitos seguidores independente do tipo de conteúdo. Esse post é apenas para lembrar que a rede social é apenas uma forma diferente de assistir televisão e não necessariamente de consumir conteúdo e que assim como os livros foram deixados para trás um dia, sites de conteúdo também foram quando não se adequaram.

O Facebook e qualquer outra rede social não são ruins e entretenimento faz parte da vida. Precisamos de alegria, de compartilhar fotos dos momentos felizes, de risos, de memes para uma boa gargalhada e dessa praticidade de achar que temos tudo em um único lugar. O problema está quando a nossa única fonte de atualização e consumo de conteúdo vem dele, quando inconscientemente passamos a acreditar que ele é a internet. E ainda há MUITO conteúdo relevante no Facebook, no Youtube e em várias redes sociais mas a questão é: com qual frequência você os visita?

E se você suportou toda essa quantidade de linhas mesmo sem concordar com elas, parabéns! Significa que ainda gosta de ler opiniões diferentes, de reforçar ou mudar de opinião após alguns longos parágrafos, que gosta da tv virtual mas que também entende que é preciso passar mais tempo fora da bolha.

14/09/2015
0
Estratégias para Redes Sociais

Facebook – 10 motivos porque a sua empresa ou blog não deveriam estar nele

Haz clic aquí para leer en Español. | To read in English, click here.

Que todo mundo ou boa parte dele está no Facebook, é um fato. Isso faz com que muitas empresas e blogs optem por essa mídia para promover o seu trabalho.

Apesar das modificações que a rede social vem apresentando ao longo do tempo, inclusive no alcance de suas visualizações, é uma mídia massiva, portanto ela consegue atingir muita gente. No entanto, hoje quero dizer 10 motivos pelos quais você NÃO deveria criar uma página para a sua empresa ou blog no Facebook.

1. Se você não é disciplinado

Social Media MarketingDiferente de um perfil pessoal, uma página no Facebook representa uma marca. Sendo ainda mais específica, ela representa a marca da sua empresa ou blog e claro, você. No seu perfil pessoal você publica quando quer e se quer. No perfil empresarial se você não postar com regularidade as pessoas simplesmente vão esquecer da sua existência, com isso vão deixar de interagir e como consequência, o Facebook vai tirar a sua página da timeline delas mesmo que elas continuem te seguindo.

Pense na sua página como um programa de tv: se ele é transmitido hoje e amanhã não, aí volta a ser transmitido daqui 1 mês e depois em outro horário, você acha que esse programa vai dar ibope até quando? Criar uma página e não publicar com regularidade mancha muito mais a sua imagem e afasta mais seus possíveis clientes, do que se você nunca tivesse criado uma.

2. Se você não gosta de conversar

comentariosImagine a cena: você foi convidado para jantar na casa da Larissa. Chegando lá, a Larissa te recebe, faz você sentar na sala, liga a tv e deixa você olhando tudo o que passa enquanto ela termina o jantar. Quando a mesa está posta e você inicia uma conversa, inclusive agradecendo o jantar, a Larissa simplesmente não fala, apenas come. E aí você vai embora se lembrando apenas da comida mas o encontro não gerou nenhum envolvimento ou diálogo. Chato, né?

Não adianta fazer as publicações mais legais no Facebook se você não vai responder aos comentários das pessoas. Chegará um momento em que você terá muitos seguidores e pode até não conseguir responder a todos mas ao menos dar um like e responder de maneira geral, tem que estar nas suas metas. Além de educado, você garante a participação das pessoas na página e passa credibilidade, especialmente se a sua página oferece um serviço. Não responder os comentários pode soar na cabeça do seu seguidor que talvez seja um risco comprar na sua empresa pois ele pode ficar à mercê do seu mal atendimento.

3. Se você fala demais

notificaçõesNão interagir é ruim mas falar demais também é. Lembre-se que seus seguidores também seguem outras páginas. Se você disparar conteúdo o dia todo, ele pode cansar. Com o tempo você vai percebendo a quantidade de publicação ideal e pode até ser que seu público se mostre mais interessado em “consumir” mais conteúdo do que você vem postando diariamente mas comece com a boa prática do menos é mais.

4. Se você acha que ter seguidores é mais importante que ter engajamento

engajamentoSabe a velha história de comprar seguidores? Pois é, infelizmente tem gente que ainda faz isso. Esse é um dos maiores “queima filmes” que a sua marca pode passar. Você está comprando – o que por si só já é negativo – um público falso, um público inconsistente, um público que não vai trazer nenhum benefício à sua marca. Sabe o por quê?

Porque uma empresa é feita de clientes verdadeiros. Porque possíveis patrocinadores ou anunciantes querem pessoas reais. Porque ao comprar seguidores você atesta que não tem capacidade de atrair pessoas para o seu negócio. Fora isso, de nada adianta ter 1 milhão de seguidores se apenas 100 pessoas dão um like ou comentam nas suas publicações. O que torna o seu conteúdo relevante é a quantidade de comentários e compartilhamentos que a sua publicação gerou. É o quanto aquilo despertou uma ação nas pessoas. Se você tem 100 seguidores e 10 deles estão sempre ali, comentando, compartilhando, interagindo, sua marca tem mais valor – inclusive comercial – do que aquela que é composta por falsos seguidores. Engajamento é o que dita o sucesso do seu negócio.

5. Se você não tem paciência para relatórios, gráficos e métricas

graficosPara o seu cliente ou seguidor, rede social é divertimento. Para você, é dinheiro, é reconhecimento, é investimento. Seu Facebook está sendo bem usado? Você sabe qual o horário que o seu público está nessa rede social? Você sabe a faixa etária das pessoas que te seguem? Você sabe o quanto o seu engajamento e número de seguidores tem aumentado ou diminuído de uma semana para a outra? Você sabe quais publicações mais geram likes para continuar publicando coisas parecidas? Além das pessoas que te seguem, você sabe quantos usuários no Facebook tem visualizado as suas publicações? Você sabe os tipos de páginas que seu público segue, além da sua?

Se você respondeu não para boa parte dessas perguntas, então você não deveria estar no Facebook. Quando você cria uma página, o Facebook disponibiliza um relatório com gráficos e métricas que permitem melhorar a imagem da sua marca. Se você não dá atenção para estas coisas, então é melhor não ter uma página.

6Se você não sabe escrever

escrever corretamente

Ok, estamos falando de internet, uma mídia que praticamente criou o seu próprio idioma. No entanto, ainda estamos falando de um canal de comunicação, onde estruturar bem o que você deseja informar, revisar a gramática e saber se expressar, é fundamental. Tanto faz se a sua página é de um banco ou de humor, você precisa saber escrever, precisa expressar com clareza as suas ideias. Uma página com bons textos gera muito mais confiança no seu seguidor, posiciona melhor a sua marca e garante que aquilo que você queria informar foi trasmitido com sucesso.

7Se você é um spam ao invés de um criador de conteúdo

shareTodo mundo tem um amigo spam no Facebook. É aquele cara que compartilha tudo o que gosta e raramente publica algo autoral. Tem uma coisa muito positiva no amigo spam: de maneira voluntária, ele se torna uma mídia gratuita das marcas que segue e faz com que outras pessoas conheçam essas marcas mas o seu ponto forte é justamente o seu inimigo: ele não deixa as pessoas saberem que ele tem uma identidade e por isso mesmo todos que o seguem deixam de tê-lo na timeline e passam a seguir apenas as páginas que ele divulga. Vai acontecer a mesma coisa se a página da sua marca só divulgar conteúdo de terceiros.

8Se você quer apenas vender

vendasSe você criou uma página para vender seu serviço ou produto e dedicar 100% das suas publicações para aumentar as suas vendas, dizendo sempre o quanto o seu produto é sensacional e necessário, você vai transformar a sua marca em uma chatisse virtual. É como estar na festa com amigos e chegar alguém oferecendo algo para você comprar. Por outro lado, se você participar da festa, interagir com os amigos dessas pessoas, dar uma dica que elas desconheçam e despertar uma simpatia nelas, elas vão considerar comprar o seu produto.

9. Se você não tem bom senso

marketing digitalVocê tem uma estratégia de publicação? Uma linha editorial? Você revisa seus posts antes de dar enter? Você se faz a pergunta: eu compartilharia isso se recebesse de outra pessoa? Colocaria isso em uma revista? Eu contaria isso para alguém? Se você publica por publicar você ainda pensa como um seguidor comum de redes sociais e não como uma página que revela a sua marca.

10. Se você não ousa ser criativo

criatividadeVocê pode até discordar desse post mas aposto que o título despertou a sua curiosidade. Se isso aconteceu, eu já marquei três pontos dentro dos meus objetivos porque chamei a sua atenção, você clicou no link que deixei na minha página e chegou até o meu blog, o que consequentemente melhorou o tráfego do meu site. Bingo! No Facebook você está competindo com diversas outras páginas que pensam estratégica e criativamente todos os dias para levar algo relevante e inovador aos seus seguidores. Você não pode agir diferente deles.

Há muito mais motivos mas estes são os principais. Apesar de ter mencionado o Facebook, as dicas se aplicam a todas as redes sociais que você pretende divulgar o seu trabalho. Rede Social é algo tão sério que grandes empresas até contratam gestores de mídias sociais.

Diferente do seu seguidor, você precisa ver as mídias sociais como vitrines para a sua marca, como a chance de exibir um comercial na tv no horário nobre. Você não faria isso de qualquer jeito se tivesse essa chance, faria?

*Fernanda La Salye é publicitária, gestora e criadora de conteúdo digital.

  • Babei no stories da fê @pigmentof e como na internet a gente não eh obrigado a ter personalidade, fiz o molho igual. 😂😂😂
.
.
Macarrão de abobrinha, ovos cozidos e molho caprese - azeite, tomate, mozarela, manjericão e orégano. #lowcarb #lchf #dicapigmentof
  • Serviços de qualidade e personalizados
Reservas : istoechile@hotmail.com
+56982349850 whatsapp
#vinhochileno #cordilheiradosandes #neve #embalseelyeso #cajondelmaipo #instachile #instatravel #toursnochile#dicapigmentof #istoéchile
  • Nossos Amigos Brasileos disfrutando de unos de los melhores passeios en santiago do chile 🇨🇱 Vale nevado - Farelones ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • Nossos Amigos Brasileos disfrutando de unos de los melhores passeios en santiago do chile 🇨🇱 Embalse el Yeso ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • Amanhã já comienza temporada de esqui en Colorado gente ⛷ ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • La gente Brincando en Farelones ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • Vale nevado - Farelones ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • Cajom do Maipo - Embalse el Yeso ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • Hoje Domingo continua caindo Neve ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • Farelones ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • DICA DO DIA GENTE !!
Atenção hoje cuando sean las 00:00 horas, Domingo 14/05/2017 os relógios devem ser atrasados em 1 hora já iniciando horário de inverno aquí en Chile 🇨🇱 -
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos
  • Hoje foi dia de curtir en la neve y la gente pasó muito feliz ☃️☃️☃️ #lucerotravel marcando a diferença 🇨🇱🇧🇷
-
-

Para mais informações só ten que adicionar a WhatsApp +56967101706 💪 🗻🍷⛄ -

#southamerica #bonitodemais #chile #trip #travel  #viagemincrível #viagem #chilelindo  #viagempersonalizada #feriasnochile #vallenevado #feriasnochile #dicapigmentof #santiagodechile #dicasdochile #conchaytoro #cajondelmaipo #santiago #turismochile #tripadvisor #travelgram #snow #embalseelyeso #cajondelmaipo @likechile #likechileamigos