21 ago 2014

Restaurante Típico em Santiago – Los Adobes de Argomedo

VIAGEM > CHILE > Santiago > ALIMENTAÇÃO

Todas as vezes que eu viajo eu sempre quero provar a comida típica daquele lugar, mesmo que eu não goste depois mas eu acho que a comida revela muito sobre uma cultura. E eu fico ainda mais feliz quando tenho a chance de ir a um restaurante que além de comida típica me permite conhecer um pouco mais da cultura local, através de danças, músicas ou qualquer outra coisa.

O restaurante Los Adobes de Argomedo, em Santiago, é assim. Ele fica no centro da cidade, tem uma construção antiga, que lembra as casas coloniais.

Los Adobes - Jorge Menezes 22A

A comida é bem típica: servem carnes, batatas, sopas da região, frutos do mar, bebidas locais e vinhos. Mas aqui vai uma dica: a comida típica chilena não é tão variada como a brasileira. O Brasil foi muito abençoado nesse aspecto. Cada cidade do nosso país tem um cardápio vasto. O Chile todo tem a metade da população de São Paulo. Eu acho que só esse dado já é suficiente para que possamos dar as coisas as proporções que elas merecem, né? Fora isso, o chileno não carrega no tempero como a gente. Tem comidas típicas bem saborosas na comida chilena mas tem outras onde a graça do prato – na visão culinária do local – é justamente ser o que eles chamam de “comida leve”: pouco ou zero sal, apenas para apreciar o real sabor do alimento. Para um brasileiro isso soa estranho mas como eu sempre repito, conhecer outro país é dar de cara com outros hábitos. Em outra oportunidade vou falar especificamente sobre a comida chilena, mas eu disse tudo isso apenas para que não esperem uma comida com o sabor, a variedade e a beleza do restaurante Mestizo, por exemplo. No Los Adobes de Argomedo a ideia é saborear aquela comida do dia a dia, com hábitos culinários das mães e avós chilenas.

Los Adobes - Jorge Menezes 9A Los Adobes - Jorge Menezes 12A Los Adobes - Jorge Menezes 15A

O menu está disponível no site, inclusive com preços mas esse preço não é o preço final, digamos assim. Este restaurante cobra por consumação, onde o mínimo por pessoa deve atingir o valor de $ 12.000 pesos chilenos, o equivalente a 50 reais. Mas por que isso?

Simples: porque a graça desse restaurante não é a comida, mas o show que ele oferece. À partir das 21 horas, o restaurante faz várias apresentações de danças, das diferentes regiões do país. É muito legal! Você vai ver danças do norte, do centro e do sul do país, inclusive da Isla de Páscua. O apresentador do show é bem alegre e sempre dedica uma das músicas a cada país representado pelos turistas no dia. Fora que em alguns momentos os dançarinos saem do palco e tiram os turistas para dançar. É realmente divertido e bem cultural. Então digamos que os 50 reais que te cobram é para pagar esse show e por isso que eu acho que acaba valendo a pena.

Los Adobes - Jorge Menezes 1a Los Adobes - Jorge Menezes 2b Los Adobes - Jorge Menezes 3 c Los Adobes - Jorge Menezes 4A

Ele é bem parecido com o famoso restaurante Bali Hai, mas o Bali Hai é bem mais caro e sempre muito lotado. Falei dele nesse link. No Los Adobes você pode ir de metrô, não lota muito mas é legal você reservar uma mesa perto do palco. Leia o post do Bali Hai para comparar o que é melhor pra você.

Los Adobes - Jorge Menezes 5A Los Adobes - Jorge Menezes 8A

Eu já fui lá mais de 10x. Cada amigo que vem me visitar, é motivo pra voltar nele rsrs. Então acredite em mim: é bem legal!

Para chegar, basta descer na estação Santa Lucía do metrô e daí tomar um táxi ou ir à pé. Leva uns 10 minutos depois que desce do metrô. O endereço está no site deles que eu mencionei no início do post.

*Fotos: Enviadas pelo leitor e fotógrafo Jorge Menezes, especialmente para o Pigmento F. Obrigada, Jorge!

 

 

 

 

 

Fê La Salye
Comente Aqui!
Comentários
13 comentários em "Restaurante Típico em Santiago – Los Adobes de Argomedo"
  1. Jorge Menezes   26/06/15 • 16h32

    Um ambiente muito divertido. É um verdadeiro convite para conhecer a cultura e a culinária desse país maravilhoso que é o Chile. Quando eu e minha esposa estivemos lá, nos divertimos tanto, que quando nos lembramos de ver a hora já passava da 1h da manhã. O que me chamou atenção, foi que muitos chilenos também frequentam o restaurante, famílias inteiras. Recomendo que visitem o restaurante, vale a pena!

    • Viviane Brandão   09/07/15 • 10h57

      Como é a volta do restaurante? Não ficou deserta a rua? Soube que no Chile tudo fecha muito cedo. Qual transporte que utilizaram? Obrigada!

      • Fê La Salye   09/07/15 • 12h54

        Recomendo combinar a volta com um taxista e que de preferência seja um táxi conveniado ao seu hotel. Na frente do restaurante ficam taxistas, não tem problema para voltar e o restaurante também pode te pedir um táxi. Bjs

  2. Barbara Maciel   23/07/15 • 22h58

    Pensa em um lugar aconchegante, num atendimento de primeira, em ótima comida, cultura e dança em um só lugar!! Ganhei vários pontos com meu noivo!!!

    • Fê La Salye   26/07/15 • 01h00

      É muito legal mesmo. Bjs

  3. Miriam   15/04/16 • 09h04

    Olá, Fê!
    Amei o post, mas confesso que não entendi algo direito.
    No caso, devemos pagar o prato, bebida, enfim, o consumo, mais o valor de em torno de 50,00?
    Ou esse valor é o mínimo que devemos consumir?

    • Fê La Salye   21/04/16 • 18h37

      Valor mínimo de consumo já que o restaurante precisa manter a qualidade do show. Beijos!

  4. Larissa   06/06/16 • 17h05

    Boa noite, Fê.

    Estive neste restaurante em Santiago na semana passada.
    Confesso que saí um pouco frustrada e incomodada.
    Primeiro pq a comida era “ok”, ou seja, nem diferente, nem maravilhosa.
    Segundo, pq eu e meu namorado nos sentimos um pouco explorados. Pedimos a Parilla Chilena (que nada mais é que algumas carnes e batatas) e bebemos dois piscos. A conta que nos chegou foi no valor equivalente a 280 reais. Extremamente caro e fora daquilo que nos foi oferecido.
    Além disso por conta dos shows, o restaurante é bastante barulhento. Se o casal é mais tranquilo, não irá gostar. Melhor ir ao Mestizo, pois aquele restaurante é maravilhoso! Não é barato, mas vale cada centavo!!!

    Enfim, estas questões de percepção variam de pessoa a pessoa.
    Realmente este não foi um ponto agradável de Santiago para nós.

    Um beijo e obrigada pelas suas dicas.

    • Fê La Salye   08/06/16 • 17h57

      Oi Larissa, tudo bem? Obrigada por comentar. Eu acho que as expectativas nao foram alinhadas. O Mestizo é um conceito totalmente diferente de restaurante. É gourmet, “classudo”, um dos meus preferidos na cidade, inclusive. O Los Adobes de Argomedo é Folclórico (e folclore é barulho de certa forma), onde a ideia é ir para conhecer as danças que acontecem o tempo todo do jantar e como dito no post, você paga um valor mínimo de consumação para que o pagamento do show esteja incluída. A comida é típica, ou seja, simples, então o valor cobrado é mais pelo show. É ideal para quem vai em grupo e divide a conta. Mas realmente nao sao restaurantes comparáveis por serem totalmente diferentes, entende? Acho que mais do que o valor cobrado (o que em tempos de real desvalorizado é complicado encontrar algo barato), o problema (ao meu ver, se estiver errada, me desculpe) é que o local nao tinha o perfil de vocês e quando isso acontece temos a sensação de que pagamos muito caro. Talvez nao seria a mesma sensação em um lugar com a nossa cara. Muito obrigada por acompanhar meu trabalho.

  5. Gustavo Victório   04/08/16 • 09h50

    Quando chegamos lá, o menu de cima da mesa continha vinho 🍷 depois que fizemos todo o pedido, foi explicado que poderíamos uma taça por pessoa e qual o tipo do vinho, tudo mais, e depois o garçom disse que não teria mais o vinho pois o cardápio estava antigo, nos sentimos enganados já aí.
    Quando começaram as danças, não teve a dança com dançarinas da ilha de Páscoa, nos sentimos enganados pela segunda vez, pois não foi avisado anteriormente

    • Fê La Salye   04/08/16 • 10h42

      Acho que faltou uma parte do seu comentário mas vamos lá. Que estranho tudo isso. Vou MUITAS vezes nesse restaurante. Ontem mesmo estive lá. As danças sempre estão e do país. O cardápio muda mesmo, acho que erro esteve nessa informação. O resto não entendi porque ontem mesmo vi todad as danças, inclusive da Isla. Uma pena…

  6. Aline Berbert   04/08/16 • 15h38

    Estarei aí em Santiago do dia 27/8 a 01/9 e ficarei hospedada bem próximo, quase em frente pra ser mais clara. Bom saber que o restaurante é bacana e pretendo ir pelo menos 1 vez então durante a minha estadia (somos 3 adultos e 1 criança). Depois volto para contar minhas impressões sobre o local.

  7. marta   15/02/17 • 12h07

    muito bom ler suas dicas
    obrigadinha

Anterior
Próximo
Voltar para a home