05 ago 2015

Como são os salões de beleza em Santiago

VIAGEM > CHILE > Santiago > BELEZA & ESTÉTICA

Nossa, eu nem sei há quanto tempo me pedem um post contando como são os serviços de beleza em Santiago. Não consegui fazer isso antes porque eu sigo uma ordem de prioridades. O número de pessoas interessadas nesse assunto é bem menor dos que os interessados pela neve, compras e passeios em geral, mas aqui estou para pagar a minha dívida. Acho importante lembrar que eu não sou a dona da verdade mas eu já moro aqui há 5 anos e já trabalhei em um importante salão de beleza, então as minhas considerações não são evasivas.

img-504413-helo-giovanna-antonelli-em-salve-jorge20130418221366333287

Pra começar, é importante entender os hábitos culturais de cada lugar. No Brasil, é muito simples lançar uma tendência: basta escolher uma atriz, colocá-la como protagonista de uma novela e ditar o seu figurino, desde o corte de cabelo até o esmalte dos pés. Com 1 mês de novela, 99% das mulheres estarão ligando ou escrevendo para a Globo ou para algum blog para descobrir a marca e tentar comprar o mesmo produto ou algo similar. À partir daí, qualquer revista, blog, loja do bairro e até camelôs vão tentar reproduzir looks parecidos para aproveitar a febre do momento.

Em Santiago não é assim e se a capital de um país tão pequeno não é assim, imagino que o resto do país muito menos. É claro que uma coisa ou outra as pessoas vão querer porque viram alguém usando mas não é tão forte como no Brasil. É engraçado que sempre que vou comprar maquiagem as vendedoras que já me conhecem vão logo perguntando se tem alguma coisa acontecendo no Brasil porque todas as turistas brasileiras querem o mesmo batom. Falei um pouco disso para vocês entenderem que as tendências chegam por aqui mas não de forma massiva como no Brasil, no sentido de todos quererem a mesma coisa ao mesmo tempo.

4927351514_9f1064efd5_bOutra coisa a se considerar: o clima. Dos 12 meses do ano, podemos dizer que em 8 meses faz frio, sobrando apenas 4 meses para curtir de verdade o sol. Ok, não estou morando no Alasca, muito menos em uma cidade que neva nas ruas – apenas na Cordillera – mas também não temos o clima ameno de boa parte do Brasil, o ano todo. Com isso, há muito mais oferta de roupas de outono/inverno que de primavera/verão, durante boa parte do ano.

Roupas de inverno são “chiques?” Depende. Se você é daqueles que ao pensar em roupas de inverno imagina os catálogos de moda feito nas ruas de Paris, vai achar bem chique mesmo mas na vida real, roupa de inverno precisa ser bem quente, confortável e prática para longos meses; logo, pessoas reais não se vestem como nos catálogos de moda por 8 meses. Sim, botas são elegantes, casacos e chapéus também, mas é bem mais fácil compor looks ousados com poucas peças do que quando a ideia é vestir-se para não passar frio.

Indo para o lado da vaidade, eu classificaria as mulheres chilenas (há homens vaidosos também mas em geral, são as mulheres que me procuram para saber disso) em dois grupos: o grupo das que são vaidosas mas com moderação e o grupo das que são desencanadas. Elas se cuidam, gostam de comprar cosméticos, gostam de comprar roupas, gostam de tudo o que nós gostamos mas no dia a dia não usam praticamente nada: são super básicas nos looks para trabalhar, 90% não usa maquiagem (apenas para festas e sempre em tons mais neutros), não se sentem incomodadas de trabalhar com um coque “mais ou menos” e também assumem suas madeixas, sejam elas muito enroladas, crespas, secas, oleosas, lisas ou onduladas. Resumindo: a mulher chilena é bem mais “tranquila esteticamente” (a pessoa criou uma categoria hahaha) do que a brasileira.

Com tudo isso em mente, ficará mais fácil entender os serviços de beleza por aqui:

Salões de Beleza (Peluquerías)

Quanto mais caro o salão, mais lotado de brasileiras ele estará porque os salões mais caros são justamente os que se preocupam em atender não apenas os chilenos mas os estrangeiros também, no sentido de ter mais opções de serviços. Aqui vão algumas ótimas opções que eu conheço bem de perto, já que atuei nessa área quando cheguei:

  • The Boss – É uma rede bem famosa no país, cujo dono é tão conhecido como o Marcos Proença no Brasil. Trabalhei nessa rede e para quem quiser um contato, se forem à unidade da Avenida Andrés Bello, peçam para serem atendidas pela Melanys. Foi ela que me arrumou para o meu casamento.

 

  • Glam&Co – Outra rede de salões que você encontra em qualquer shopping.

 

  • Palumbo – Rede salões de shoppings também.

 

Os outros salões são mais de bairros e aí é aquela coisa, tem que entrar e ver se gosta, se encontra um cabeleireiro com um estilo mais internacional ou brazuca. Se não quiser errar, recomendo de olhos fechados o salão Fernando Alves Studio. O Fernando é um carioca queridíssimo, que também cuida dos meus cabelos. Algumas leitoras já estiveram lá pela minha indicação. É só entrar em contato pelo link indicado. Com ele não tem erro: fala a sua língua, entende o que você quer, entende seu grau de vaidade e supera as expectativas.

 

O que encontrar nos salões de beleza

shutterstock_143069410

Você encontra tudo o que é oferecido em um salão no Brasil, a diferença está em como esse serviço se chama e em como é feito. Alguns exemplos:

– Corte de Pelo: Pra começar, cabelo por aqui é pelo ou cabello mas ninguém fala cabello. Sabendo disso, é só dizer como quer cortar. Se não souber espanhol, leve uma foto como referência para explicar o que deseja.

 

– Peinados: É tudo o que se entende por penteado. Dentro dessa categoria está:

 

  • Lavados: A lavagem do cabelo que obviamente também é feita quando se quer cortar;

 

  • Brushing: É a famosa Escova;

 

  • Planchados: Sabe a chapinha? Seja feliz, colega!

 

  • Tipos de Peinados: O penteado em si, ou seja, coques, tranças, preso, semi-preso, solto… Leve uma foto que fica tudo mais fácil.

 

– Coloración ou Color: Tudo o que envolve tintura.

  • Coloración ou Tonalización: Cor ou Tonalizante;

 

  • Reflejos: Reflexos

 

  • Mechas: Exato, são mechas, só muda a forma de pronunciar que é igual ao som do Chi-Chi-Chi, Le-le-le.

 

– Laciado y Control de Volumen: Tudo isso pra dizer Progressiva hahaha. Mas aqui vai uma curiosidade: ela é mais procurada pelas brasileiras e por isso o produto vem do Brasil e o nome também: Brasil Cacau. Se você for à um salão e pedir uma progressiva, ninguém vai entender. Diga que deseja fazer um Brasil Cacau. Esse é o nome do produto que faz a progressiva mas eu só recomendo nos salões acima pois há lugares, assim como no Brasil, que usam formol na formulação. A linha Brasil Cacau é da Cadiveu e é o único produto no país que faz progressiva.

Brasil Cacau

 

– Tratamientos: Tudo o que envolve o tratamento dos fios, ou seja, hidratação, reconstrução, nutrição e etc. Estes salões contam com marcas excelentes como Morocannoil, Redken, Loreal, Kerastase e outras, que são usadas nestes tratamentos e também estão disponíveis para compras. São mais baratas aqui do que no Brasil mas como eu sempre digo, tudo vai depender da cotação do real – que anda bem desvalorizado – na data da sua viagem ou quando vier morar aqui. Entrando em contato com cada salão você pode saber o preço.

 

– Cejas y Pestañas: São as Sobrancelhas e Cílios. Aqui é onde começa a dificuldade.

  • Não é uma regra mas grande parte das chilenas possuem sobrancelhas finas, então se assim como eu você prefere as mais grossas, talvez tenha que fazer a própria sobrancelha ou procurar uma brasileira que faça. Recomendo de olhos fechados o trabalho da brasileira, Karina Lazzaro. Mas só para você saber, tirar ou fazer as sobrancelhas por aqui é Perfilado de Cejas.

 

  • Tinte de Cejas: Pintar ou preencher as sobrancelhas com tinta especial pra isso.

 

  • Ondulado de Pestañas: Outra curiosidade é que as chilenas geralmente possuem poucos cílios e pequenos, então elas gostam de fazer no salão um serviço que se chama Ondulado de Pestañas que consiste numa técnica para dar mais curvatura e volume aos cílios por uns 3 meses. É um serviço muito procurado mas eu não recomendo porque se trata de uma química que só dá a sensação de volume mas não ajuda a crescer os fios e pode até fazer com que eles enfraqueçam com o uso constante.

 

  • Tinte de Pestañas: Escurecer os cílios para dar a impressão de mais volume com tinta especial pra isso. Os cuidados são os mesmos do procedimento anterior.

 

  • Pestañas Postizas: Cílios Postiços que você pedir para um maquiador colocar ou comprar em qualquer perfumaria e colocar sozinha.

unha

– Manos y Pies: Manicure, onde algumas coisas também mudam.

  • Cutícula: Simplesmente não é tirada por aqui, apenas se limpa o excesso. Aprendi no tempo que trabalhei envolvida com a área de beleza por aqui, que inclusive existe uma lei que não permite que os profissionais retirem a cutícula como conhecemos no Brasil, por uma questão de saúde das unhas mesmo. Então se você é das que tiram a cutícula, só te resta 2 alternativas: ou encontrar uma brasileira que atenda a domicílio (no salão elas não tiram mesmo) ou fazer você mesma as suas unhas.

 

  • Esmaltar: Considero que fazem isso muito bem mas só vale a pena para quem não tem o costume de tirar a cutícula porque ir até o salão para apenas empurrá-la e esmaltar, não compensa.

 

  • Uñas Acrílicas: Unhas Postiças

 

  • Uñas de Gel ou Permanentes: Essa é opção mais usada pelas chilenas pois esse tipo de esmaltação dura 15 dias. Eu já testei e posso dizer que realmente dura até mais de 15 dias mas tem 2 problemas: na ponta da unha o esmalte fica intacto mas na base a unha começa a crescer e dá pra ver a diferença. O outro problema é que as unhas ficam muito fracas depois.

tipos-de-depilacao-165494401

– Depilación: Assim como no Brasil, a depilação por aqui geralmente é feita em salões que tenham uma parte do espaço destinado à estética e que você também encontra em cera quente, fria e lazer. Recomendo essa rede de depilação e estética. Aqui vão os nomes dos serviços:

  • Pierna: perna inteira
  • 1/2 Pierna: Meia Perna
  • Rebaje: Virilha
  • Full Brazilian: Íntima Completa (o mais engraçado é o nome né? rsrs)
  • Axilas: Mesmo nome
  • Buzo: Buço

 

Maquiallaje: Como dito no começo, elas quase não usam maquiagem, inclusive as noivas, então se você precisar fazer no salão, vai ter que encontrar um maquiador que não tenha medo (e que saiba) de usar cores que saiam do neutro e de “carregar” um pouco na pele. A maioria das brasileiras que moram aqui, preferem se automaquiar.

Aos curiosos, eu trabalhei quase 1 ano como maquiadora porque sempre gostei e fiz alguns cursos mas gosto mais como hobby do que como profissão. Eu nasci para ser uma comunicadora mesmo e por isso deixei essa área. Não tenho nada além do que já foi dito para contar. Eu sempre trabalhei com comunicação, inclusive em Santiago mas em um determinado momento surgiu essa oportunidade, que inclusive me permitia continuar com a comunicação e o blog em paralelo, mas não gostei o suficiente para seguir com quase 3 profissões. Atualmente, “só” tenho duas: a publicidade e o blog.

Preços

Eu acho que todos esses serviços são mais baratos aqui, ao menos pra mim que venho de São Paulo, onde ser atendida em um salão no nível do Proença nunca foi nem cogitado. Um maquiagem de NOIVA custar em média 150 reais em um salão desse tipo (há opções mais baratas, inclusive), eu jamais encontraria em São Paulo, só em salões comuns. O mesmo vale para todos os outros serviços. Dependendo do que deseja em um salão por aqui, você vai gastar entre 10 e 200 reais no procedimento mais caro e num salão mais caro. Há opções mais baratas. Mas dependendo do que você procura, determinado serviço pode ser caro porque ele não é feito da mesma maneira que é feito no Brasil. É o caso da manicure e da sobrancelha, por exemplo. Então você precisa avaliar.

No geral, não sei em outras cidades, em Santiago não é difícil se manter bonita e você tem acesso aos mesmos serviços, mudando uma coisa ou outra. Com o tempo você encontra um bom profissional e fica tudo bem outra vez. Para saber os valores e outros serviços, acesse os sites indicados no post.

Se você tem interesse em atuar na área de beleza, recomendo que entre em contato com os salões indicados acima porque eles vão te orientar melhor do que eu mas neste link você encontra dicas sobre o mercado de trabalho chileno e neste link, dicas sobre o visto. Vale lembrar que você precisa estar disposto a cobrar menos do que cobra no Brasil pois aqui não se paga caro por estes serviços, ou seja, é um serviço procurado mas não de extrema necessidade como é no Brasil. Você terá clientes mas não pode vir pra cá disposto a cobrar o que cobre por aí porque não vai funcionar.

Bem, espero que esse post tenha sido útil. Comentem aqui, por favor.

 

 

Fê La Salye
Comente Aqui!
Comentários
22 comentários em "Como são os salões de beleza em Santiago"
  1. Carla   05/08/15 • 07h51

    Oi Fernanda, tudo bem? Excelente! Como sempre você escreve muito bem e com detalhes! Dicas ótimas e úteis! Mas, eu acho que seria bastante interessante você escrever como começou a sua vida profissional em Santiago. Aqui você comenta que trabalhou no salão. Mas, sabemos que é publicitária. Fala um pouquinho mais de você! Bj

    • Fê La Salye   05/08/15 • 09h01

      Oi Carla, tudo bem? Atualizei o post com essa informação. Muito obrigada pelo carinho. Bjs

  2. Aline   05/08/15 • 10h26

    Querida Fé !Muito satisfatória suas dicas , muitíssimo Obrigado!Bjus

    • Fê La Salye   05/08/15 • 14h26

      Muito obrigada! Bjs

  3. Eduarda   06/08/15 • 10h50

    Fernanda, poderia me informar se é necessário tomar alguma vacina para desembarcar em Santiago? Estou viajando no final do mês e me veio essa dúvida.
    Te acompanho pelo youtube e agora por aqui, sou sua fã!
    Beijos

    • Fê La Salye   06/08/15 • 18h09

      Oi Eduarda! Você encontra essa resposta e várias outras no post FAQ Chile, categoria Aeroporto. Obrigada pelo carinho!

  4. Thais   16/11/15 • 17h23

    Fernanda, ótimo post, obrigada! aqui em Santiago também é comum/preciso dar caixinha para as manicures, cabeleireiros, etc? se sim, de qto mais ou menos? acabei de chegar e estou meio perdida e não quero ser mal educada! hehe

    • Fê La Salye   11/12/15 • 15h26

      Não, para estes serviços não é necessário. Bjs

  5. denis   20/03/16 • 11h48

    bom dia fê.
    Sou cabeleireiro aqui no Brasil e estou me mudando para o chile vc poderia me dar dicas de como conseguir trabalhar em uym salao no chile

    • Fê La Salye   21/03/16 • 17h27

      Oi, Denis! A melhor forma é mostrar seu portifolio para os salões e manter contato através do site deles. Espero ter ajudado.

  6. MUSATIE MELO   24/04/16 • 20h57

    Muito bom saber disso. Eu sou depiladora e pretendo ficar no Chile algum tempo. Isso vai ser uma boa base pra eu me situar. Obrigada.

  7. João de Matos   09/05/16 • 16h56

    Quer conhecer o salão e se for possível trabalha.

  8. thais   05/07/16 • 10h35

    Oi fe! eu to pensando em abrir uma mini esmalteria em santiago, gostaria de saber sua opiniao a respeito e gostaria de saber em media o custo do servico de manicure e pedicure. bjs querida!! <3

    • Fê La Salye   18/07/16 • 18h02

      Oi Thais, tudo bem? Difícil opinar e dizer se daria certo. Nao tem o mesmo movimento do Brasil mas pode ser que seja vantajoso. O ideal mesmo é vir antes e visitar os locais. Beijos e boa sorte!

  9. Mariangela Coelho Mattos   29/07/16 • 10h32

    Fe peço desculpas se seu blog nao atinge minha ciriosidade mas encontrei vc na internet e tomei a liberdade de pedir tais informaçoes pois preciso de alguma referencia pra me hogar…tenho conhecimento tecnico com marca brasileira de alinhamento de fios q se encontra em 21 paises e gostaria de desenvolver um trabalho no Chile…me responda se possivel…estou encantada pelo Chile!!!

    • Fê La Salye   05/08/16 • 11h25

      Oi, tudo bem? Poxa, nao sei nada dessa área mas acredito que entrando em contato com os saloes informados eles podem te dar mais dicas do que eu. Beijos!

  10. Siglia Barbosa   08/03/17 • 16h41

    Seus comentários são muito bons sobre salões de beleza em Santiago. Sou cabeleireira ha 20 anos, estou

    mudando de Recife para morar em Santiago e quero trabalhar num salão de beleza no Bairro Providência.

    Eu gostaria de algumas dicas para atuar bem, na minha profissão . Posso enviar meu currículo.

    Caso você não tenha como colaborar, agradeço da mesma forma.

    • Fê La Salye   13/03/17 • 09h15

      Oi, Siglia! Como comentado no post sobre como é o mercado de trabalho chileno, eu nao recebo currículos e nao intermedio entrevistas porque meu trabalho aqui é como blogueira, ou seja, dar dicas de como voces podem comecar a encontrar as informacoes que precisam. Espero que de tudo certo viu? Perdao pelos erros, meu teclado é espanhol.

  11. INES LAZZARI   27/03/17 • 12h30

    Gostei das dicas e imagino 8 meses de frio não é para qualquer uma ainda mais sendo brasileira
    Abraços

  12. Tathyanne Lima   11/05/18 • 05h59

    Issooooo!!! Tinha perguntado no insta mas achei no blog. Estava louca atrás de informações sobre progressiva. Quero morar no Chile, mas precisamente em copiapo (não sei se conhece) e estava preocupada porque meu cabelo liso e pura progressiva e botox kkkkkkkkk mas espero que em copiapo eu encontre assim como em Santiago. Mas agora estou aliviada em saber que existe aí kkkkk

    • Fê La Salye   05/06/18 • 14h54

      hahaha Existe sim só não sei com que frequência chega ao norte do país (Copiapó) já que tudo vem de Santiago.

Anterior
Próximo
Voltar para a home